Jardim de Piranhas

Segundo se conta na cidade no século XIX vaqueiros estavam atravessando o Rio Piranhas com seu gado em tempo de cheia,o rio conhecido por conter o peixe piranha, desesperados fizeram uma promessa a Nossa Senhora dos Aflitos,que se conseguissem atravessar o rio com seu gado, construiriam uma capela em homenagem a Nossa Senhora Dos Aflitos, e assim os três vaqueiros e seu gado conseguiram atravessar o rio piranhas.

Tempos depois disso uma mulher muito rica da região chamada Margarida Cardoso Cavalcante doou um terreno para a construção da capela de Nossa Senhora dos Aflitos, surgindo assim um povoado que recebeu o nome de Jardim de Piranhas por ter surgido na Fazenda Jardim e estar localizado nas margens do Rio Piranhas.

Com o crescimento gradativo, Jardim de Piranhas passou a ser distrito de Caicó, em 1936. E em 23 de dezembro de 1948, pela Lei número 146, Jardim de Piranhas foi desmembrado de Caicó e elevado à categoria de município do estado do Rio Grande do Norte.

Síntese das Informações

Área territorial

330,532 km²   [2018]

População estimada

14.730 pessoas   [2018]

Densidade demográfica

40,86 hab/km²   [2010]

Escolarização 6 a 14 anos

96,5 %   [2010]

IDHM Índice de desenvolvimento humano municipal

0,603   [2010]

Mortalidade infantil

13,89 óbitos por mil nascidos vivos   [2017]

Receitas realizadas

33.178,75043 R$ (×1000)   [2017]

Despesas empenhadas

30.763,17155 R$ (×1000)   [2017]

PIB per capita

8.105,85 R$   [2016]

Prefeito(a):

Elídio Araújo de Queiroz