Lagoa Nova

O povoamento do município verificou-se em meados do século XVIII, quando o coronel Cipriano Lopes Galvão em 1755 veio de Igaraçu, Pernambuco, para a região do Seridó, comprando datas de terra na localidade de Totoró, onde manteve uma fazenda de gado fixando residência até sua morte em 1765.

Em 1777, ano castigado por grandes estiagens no sertão, os rebanhos desta região foram quase todos dizimados. D. Adriana de Holanda e Vasconcelos, viúva de Cel. Cipriano, era grande pecuarista. Com a seca faltava alimentos para o gado que se distanciava do Totoró a procura de pasto, subindo a Serra Azul, atual Serra de Sant’Ana. Era preciso campear o gado, o que era feito pelos escravos, sob as ordens de D. Adriana. Seguindo as veredas deixadas pelo gado, os escravos chegaram à beira de uma lagoa, onde encontraram muito gado pastando ao seu redor.

No dia seguinte, descobriram pelo arredores mas uma lagoa onde pastavam muitas raízes. Dai a denominação de “Lagoa Nova”. Ciente da descoberta, D. Adriana mandou erguer um curral perto da lagoa, para que o gado permanecesse por lá, verificando que aquelas terras estavam de voltas. Viajou a Natal e requereu a sesmaria de Lagoa Nova, datando em 1793 o registro, conforme o processo de aquisição do 1º Cartório de Currais Novos.

No século XVIII, chegaram os primeiros povoadores, dentre eles José Peixoto, que vivia do cultivo de cana de açúcar, feijão, milho e arroz. Por motivo de grande seca, abandonou suas terras migrando para outra região. De 1904 a 1925, outras famílias se fixaram na localidade, como as de Martins Francisco dos Santos, José Pereira de Lima, Joaquim Félix Pequeno, Ezequiel Serafim, entre outras.

Síntese das Informações

Área territorial

176,301 km²   [2018]

População estimada

15.477 pessoas   [2018]

Densidade demográfica

79,31 hab/km²   [2010]

Escolarização 6 a 14 anos

95,5 %   [2010]

IDHM Índice de desenvolvimento humano municipal

0,585   [2010]

Mortalidade infantil

13,89 óbitos por mil nascidos vivos   [2017]

Receitas realizadas

34.365,09648 R$ (×1000)   [2017]

Despesas empenhadas

34.856,83045 R$ (×1000)   [2017]

PIB per capita

15.242,76 R$   [2016]

Prefeito(a):

Luciano Silva Santos