Tenente Laurentino Cruz

A constituição histórica de Tenente Laurentino Cruz remonta-se a informações relativas à Serra do Macaguá. Esta serra teve, como primeiros habitantes, os índios das tribos Tupi-guarani e Tapuia, ainda em meados do século XVI. Mais tarde, a mesma recebeu o nome de Serra de Santana, a qual passou a abrigar diversas comunidades agropecuárias, que se formavam com o trajeto de pessoas que faziam comércio em rotas que ligam o Sertão ao Litoral.

Dentre as primeiras cidades formadas, salienta-se a emancipação de Florânia, ocorrida em 1890. Este município detinha um território relativamente extenso, de modo que algumas localidades (serranas) estavam distantes da cidade e suas adjacências (sertanejas). Assim, no “Alto da Serra”, passou a se destacar um pequeno aglomerado populacional, que, em Setembro de 1977, gerou o povoado de Tenente Laurentino Cruz. O mencionado nome se deu a partir de uma homenagem ao pai do fundador do povoado, Padre Sinval Laurentino de Medeiros. Ademais, ressalta-se o crescimento voraz do povoado, uma vez que inúmeras famílias de municípios circunvizinhos passaram a se mudar para o local, atraídos pela notável qualidade das terras serranas.

Com isso, em 16 de julho de 1993, o então governador potiguar, José Agripino Maia, assinou o termo de emancipação política, através da Lei n°. 6450, desmembrando a cidade de Tenente Laurentino Cruz da cidade de Florânia. Em 10 de janeiro de 1994, Jandira Alves de Medeiros, então prefeita de Florânia, sancionou o Projeto de Lei n° 6, que “Cria a Secretaria Especial para Tenente Laurentino e dá outras providências”, tendo na figura de Airton Laurentino Júnior, até dezembro de 1996, o administrador local.

Síntese das Informações

Área territorial

68,556 km²   [2018]

População estimada

5.883 pessoas   [2018]

Densidade demográfica

72,68 hab/km²   [2010]

Escolarização 6 a 14 anos

98,1 %   [2010]

IDHM Índice de desenvolvimento humano municipal

0,623   [2010]

Mortalidade infantil

22,73 óbitos por mil nascidos vivos   [2015]

Receitas realizadas

27.001,33334 R$ (×1000)   [2017]

Despesas empenhadas

27.114,67107 R$ (×1000)   [2017]

PIB per capita

15.739,70 R$   [2016]

Prefeito(a):

Sueleide de Morais Araújo